A Hortaliça

www.hortifruti.org

Trocadilhos tolos e conduta absurda
No ar: Edição #087, de 24 de novembro de 2011.
Classificação: Livre
Versão Brasileira: Álamo
hortalica@gmail.com

 

EDITORIAL
 

"Quando nada acontece, há um milagre que não estamos vendo", disse Guimarães Rosa. Dessa máxima esquisita nasceu a Hortaliça, numa tarde enfadonha de terça-feira, enquanto nossos redatores empurravam as cutículas com uma chave de fenda e balançavam os pés num banquinho realmente alto, esperando algo interessante cair do teto, com as patas bem abertas, e devolver a coerência que se perdeu há algum tempo (criança doente, ligar para). Nosso jornalzinho nasceu sem nome, sem nexo, sem propósito e sem chance, inspirado em uma matéria do Reader's Digest: "Fadiga: o que é e como vencê-la". Nossas edições sairão sempre que der, semanal ou anualmente (o que vier primeiro), entupidas de textos sem o menor interesse e ilustrações igualmente inócuas.

 
MOTOBÓI

Se mesmo assim houver interesse em receber por email este conceituado hebdomadário, envie uma mensagem para hortalica arroba gmail ponto com e escreva na linha de assunto: "Filho de Ivã, Ivanhoé", ou qualquer coisa que lhe vier à mente.

Qualquer coisa, menos "pudim".


EDIÇÕES ANTERIORES

A Hortaliça participa do projeto Rayuel-o-matic, que disponibiliza na Web o conteúdo integral (em capítulos linkáveis entre si) do livro Rayuela (O Jogo da Amarelinha), do Julio Cortázar. Abrigamos os capítulos 65 e 116, em português e espanhol.

Edições #001 a #066 - Todas as edições em arquivo .rar (sem imagens)

Edição #087 - 24/11/2011 - O bom mandaquiense à casa torna
Edição #086 - 25/02/2011 - Especial escavação de umbigo
Edição #085 - 16/12/2010 - A acelga em seu devido lugar
Edição #084 - 19/09/2010 - É pudim no jantar
Edição #083 - 15/08/2010 - Especial Folha de S. Paulo
Edição #082 - 27/04/2010 - Especial Transtornos Psiquiátricos
Edição #081 - 05/04/2010 - Caviar é uma ova
Edição #080 - 05/02/2010 - Bruta, a tartaruga
Edição #079 - 21/08/2009 - You don't get modern art
Edição #078 - 13/07/2009 - O almanaque da família mandaquiense
Edição #077 - 08/05/2009 - A incrível morsa turca que dança
Edição #076 - 30/01/2009 - Legume bom é legume morto
Edição #075 - 20/10/2008 - Adeus ao Mandaqui
Edição #074 - 09/08/2008 - Especial O livro amarelo do terminal
Edição #073 - 20/06/2008 - Especial O verão do Chibo
Edição #072 - 23/04/2008 - O agrião e a rúcula
Edição #071 - 06/12/2007 - Biblioteca Hortaliça de Citações Confusas
Edição #070 - 24/10/2007 - Edição especial de desgôsto
Edição #069 - 13/06/2007 - O povo contra O Verdugo Soviético

Edição #068 - 22/12/2006 - Alegria na horta

Edição #067 - 08/05/2006 - Uma ou duas ao deitar traz saúde e bem-estar
Edição #066 - 22/01/2006 - O lugar ideal para se viver -- se você for um bonobo
Edição #065 - 06/10/2005 - Porque nós não temos o que fazer
Edição #064 - 13/09/2005 - O sujeito que pediu para dormir na sala
Edição #063 - 15/08/2005 - O nanomundo
Edição #062 - 08/08/2005 - Vaconautas da legumopista
Edição #061 - 01/08/2005 - Almanacão de férias
Edição #060 - 17/07/2005 - Com a pelota nos pés
Edição #059 - 30/05/2005 - Nicomancia
Edição #058 - 14/04/2005 - Pablo Morales
Edição #057 - 28/03/2005 - Pensar que aqui é o Luna Parque
Edição #056 - 15/02/2005 - Qui é preu refrescá meus pés
Edição #055 - 02/02/2005 - Witzelsucht!
Edição #054 - 22/12/2004 - Conto de Natal
Edição #053 - 04/12/2004 - Menino-Bruno
Edição #052 - 28/11/2004 - Jubileu de Almeida (extra)
Edição #051 - 16/09/2004 - Coletânea Reader's Digest
Edição #050 - 23/06/2004 - Se não puder ajudar, atrapalhe
Edição #049 - 11/05/2004 - Por que lhe terão crescido as orelhas?
Edição #048 - 28/01/2004 - Também somos aquilo que perdemos
Edição #047 - 08/01/2004 - Porque Cooper morreu correndo
Edição #046 - 19/09/2003 - A idéia mais tola desde o bambolê
Edição #045 - 28/07/2003 - A invasão dos escritores romenos
Edição #044 - 25/07/2003 - Repara no amarelo, é lindo
Edição #043 - 07/06/2003 - Como um soluço, só que mais forte
Edição #042 - 30/11/2002 - Diga a verdade e corra
Edição #041 - 30/11/2002 - E assim viajam os cronópios
Edição #040 - 30/11/2002 - Orlov entupiu-se de purê de ervilhas
Edição #039 - 10/11/2002 - Não é o medo da loucura
Edição #038 - 03/11/2002 - Son lindos limones y además no hablan
Edição #037 - 25/10/2002 - Demócrito e os abderitas
Edição #036 - 13/10/2002 - Embalado a vácuo
Edição #035 - 29/09/2002 - Eles nos fizeram cantar
Edição #034 - 15/09/2002 - Serei eu que estarei cuspindo
Edição #033 - 09/09/2002 - Do nariz
Edição #032 - 01/09/2002 - Ó Sol, tu que és tão forte...
Edição #031 - 30/08/2002 - Devolve o meu macaco
Edição #030 - 13/08/2002 - "Eu sou um velho estranho"
Edição #029 - 05/08/2002 - Edição especial Alice
Edição #028 - 28/07/2002 - Toco a tua boca
Edição #027 - 22/07/2002 - Proibido pular o muro
Edição #026 - 19/07/2002 - Thank you for not hitting me
Edição #025 - 09/07/2002 - Não sou nada, nunca serei nada
Edição #024 - 05/07/2002 - Só a Meg Ryan será feliz
Edição #023 - 28/06/2002 - Cultive seu Mr. Wong
Edição #022 - 16/06/2002 - Ninguém me chama de Baudelaire
Edição #020' - 14/06/2002 - Especial 20 anos
Edição #020 - 01/06/2002 - Se teu olho te irrita, arranca-o!
Edição #019 - 25/05/2002 - Especial aniversário do Zé
Edição #018 - 19/05/2002 - Qualquer lugar servirá
Edição #017 - 14/05/2002 - Celeste
Edição #016 - 05/05/2002 - O homem que confundiu a mulher com um chapéu
Edição #015 - 21/04/2002 - Dormindo entre as vacas
Edição #014 - 14/04/2002 - A Kalunga é nossa!
Edição #013 - 02/04/2002 - A vaca paisagista
Edição #012 - 24/03/2002 - Mãos vazias
Edição #011 - 16/03/2002 - Elegia 1938
Edição #010 - 03/03/2002 - Edição-Mor (!)
Edição #009 - 21/02/2002 - Peixes-banana
Edição #008 - 15/02/2002 - O canto dos cronópios
Edição #007 - 09/02/2002 - Licença para invadir caixas postais
Edição #006 - 06/02/2002 - O que a Mafalda pensa de mim
Edição #005 - 03/02/2002 - Telefunken
Edição #004 - 31/01/2002 - História do Bruno
Edição #003 - 29/01/2002 - Revelam-se nossas escusas intenções
Edição #002 - 27/01/2002 - Comemorativa de tédio
Edição #001 - 23/01/2002 - No princípio, era um Zine



God is coming.
Look busy.



2005 Vanessa Barbara