Uma seleção de minicontos

Postado em: 26th Maio 2014 por Vanessa Barbara em Ficção
Tags: ,

 

Folha de S.Paulo – Ilustríssima
25 de maio de 2014

por Vanessa Barbara e Marcos Barbará

Destaque da seleção grega na Copa de 1986, Gofrindas Vonzondas é considerado até hoje o melhor driblador da história do futebol. Conta-se que o técnico da Bulgária chegou a escalar três zagueiros para a marcação de Gofrindas, que era vesgo. Infelizmente o jogador também não enxergava bem a bola e foi expulso após chutar um bandeirinha.

*

Em 26 de fevereiro de 2014, roubaram a marca de pênalti de um estádio em Northumberland, Inglaterra. O zelador do time inglês Blyth Spartans descobriu o furto num domingo de manhã, ao inspecionar o campo -ambas as marcas haviam sido escavadas e removidas. O crime não foi solucionado.

*

Em 2007, a Federação Inglesa de Futebol baniu o aipo dos estádios. Qualquer torcedor do Chelsea que adentrasse nos jogos com o vegetal seria preso e fichado por crime contra a Coroa Britânica. Isso aconteceu após a reclamação de inúmeros atletas do Arsenal, alvejados por saladas enquanto cobravam o escanteio. Há uma linha direta para fazer denúncias de elementos portando talos suspeitos. O anonimato é garantido: +44 020 7915 1919.

*

Osíris Ngunga Bolaño nasceu na Suíça e é centroavante no futebol iraniano. Filho de pai escocês e mãe australiana, foi criado pela tia paraguaia no Gabão. Tem três meios-irmãos: um norueguês, um bósnio e um pirata somali. Seu avô materno, japonês, lutou na Segunda Guerra pelos italianos, enquanto sua avó, esquimó, criou uma forma inovadora de temperar arenques. Seus bisavôs foram trapezistas russos, comerciantes libaneses, camponeses chineses e mártires da Guerra da Secessão dos EUA. Osíris Ngunga Bolaño não estará nesta Copa do Mundo.

*

Nos primórdios, o futebol era jogado com uma bexiga de porco, dois times de 25 integrantes e nenhum juiz. As táticas mais utilizadas incluíam morder, socar e arrebentar a cabeça do adversário com uma tábua. Havia pontos extras para quem trouxesse suas próprias ovelhas.

O zagueiro romeno Marius Cioara foi transferido do UT Arad, um time da segunda divisão, para o Regal Hornia, da quarta divisão, por 15 quilos de salsicha. O atacante norueguês Kenneth Kristensen foi vendido pelo seu próprio peso em camarões, enquanto o lateral Hugh McLenahan aceitou jogar para o Manchester United por três freezers cheios de sorvete.

*

A partida entre Flamengo e Alianza Lima, disputada em 21 de junho de 2011 e válida pela Copa Libertadores Sub-20, será para sempre lembrada pela atuação de Aparício. Nem tanto pelo futebol apresentado, mas por ser o primeiro Aparício a disputar uma partida de futebol desde Apparicyo, centerback do Ypiranga Athletic em 1908.

*

Em 7 de junho de 1994, Penapolense e Ituano protagonizaram o jogo mais dramático da história. A saga começou com um gol contra de Cicinho, que bateu duas vezes na trave e entrou, para desespero do goleiro de Penápolis. Em seguida, o árbitro Juarez expulsou o lateral Delei, que, inconformado, revelou que a esposa de Juarez era infiel. Enquanto este olhava atônito para o horizonte e alguém cobrava uma falta à revelia, um dos reservas irrompeu do banco com uma adaga e aproveitou a confusão para golpear Cicinho, que expirou em campo enquanto murmurava uma frase em latim. Descobriu-se posteriormente que Cicinho era filho bastardo do técnico Pupo Martinez, que por sua vez tomou o poder do Pantera do Noroeste ao chantagear o massagista. Que era na verdade uma mulher. O jogo terminou com sete feridos, dois mortos e um pênalti roubado para o Ituano.

*

A grande vantagem de ser adulto é poder ir à banca de jornais pedir 50 reais em figurinhas da Copa. Amizades já foram desfeitas e casamentos arruinados por causa do cromo autocolante do meio-de-campo Mengálvio, um dos mais cobiçados no álbum da Copa de 1962.

Conta-se que, naquele ano, o técnico da Bulgária convocou sua seleção baseando-se inteiramente na escalação do álbum, pois não queria decepcionar os fãs que já haviam adquirido o tomo. Por azar, não havia nenhuma figurinha de goleiro, motivo pelo qual Georgi Pachedzhiev teve que convocar um sujeito vestido de escudo.

*

Com uma aparência de pelo menos 49 anos de idade, o centroavante nigeriano Taribo Amuleke foi um dos destaques da seleção sub-18 da Argélia em 2013, marcando três gols por partida em todos os jogos da primeira fase, antes de sofrer uma crise de gota. Procurado pela imprensa mundial, o agente de Taribo limitou-se a afirmar: “Ele teve uma infância difícil”. Na internet, foram divulgadas fotos do atleta em jornais de 1967, lutando pela Guerra de Biafra sob o codinome de general Chukwuemeka Odumegwu Ojukwu.

*

No último dia da janela de transferências, o Barcelona anunciou a contratação de Gabrielzinho, de 6 meses. Gabrielzinho já passou por três clubes sem sucesso, mas conseguiu se firmar no Mini-Maternal I, onde já senta sem encosto.

O Real Madrid contra-atacou e informou estar próximo de acerto com o feto Kaiky, de 24 semanas. Segundo o presidente dos merengues, Kaiky apresenta bom desenvolvimento do tubo neural e três dedos do pé formados.


LEDA CATUNDA , 52, é artista plástica. Algumas de suas obras estão na exposição “Pintura como Meio: 30 Anos Depois”, no MAC-USP Nova Sede até 23/8.

MARCOS BARBARÁ, 33, é bancário, peladeiro e autor do livro “Anão Vestido de Palhaço Mata Oito” (Rocco).

VANESSA BARBARA, 31, jornalista, tradutora e escritora, é colunista da Folha e do “International New York Times”.